terça-feira, 9 de agosto de 2016

Sabia que a Europa Atual foi descrita no Livro de Daniel


Muitos dizem que a Bíblia é uma livro ultrapassado, mas a cada estudo feito sobre as Escrituras descobrimos que a mensagem é a mais atual. Tudo está descrito na palavra de Deus, como dizem o Salmista, não cai uma folha da árvore se Deus não deixar. O aumento da tecnologia nos últimos dias, a política atual de países ricos e em desenvolvimento que por mais que tentam não se mistura como descrito na Visão da Estátua do Livro de Daniel, até a atual Zona do Euro - União Européia está descrito no livro de Daniel 2:41-43, Veja:

"Quanto ao que viste dos pés e dos dedos, em parte, de barro de oleiro e, em parte, de ferro, será esse um reino dividido; contudo, haverá nele alguma coisa da firmeza do ferro, pois que viste o ferro misturado com barro de lodo. Como os dedos dos pés eram, em parte, de ferro e, em parte, de barro, assim, por uma parte, o reino será forte e, por outra, será frágil. Quanto ao que viste do ferro misturado com barro de lodo misturar-se-ão mediante casamento, mas não se ligarão um ao outro, assim como o ferro não se mistura com o barro."

Neste texto é enfatizado que não surgiria novamente um novo e grande império romano, mas divisões do quarto. Durante o quarto e o quinto séculos da era cristã, mais especificamente em 476 d.C., reinos bárbaros vindos do norte invadiram o decadente Império Romano, destruindo as barreiras.

As dez das tribos ganharam a maioria do território ocidental de Roma, e dez nações distintas e independentes se estabeleceram dentro das fronteiras da Europa. Os 10 dedos representavam as nações que deram origem à Europa atual.

A História confirma que os reinos que resultaram da divisão do Império Romano foram os seguintes: 


- francos (França)

- anglo-saxões (Inglaterra)

- alemanos (Alemanha)

- suevos (Portugal)

- visigodos (Espanha)

- burgundos (Suíça)

- lombardos (Itália)

- vândalos, hérulos e ostrogodos que mais tarde foram destruídos.

Daniel disse: "Quanto ao que viste do ferro misturado com barro de lodo, misturar-se-ão mediante casamento, mas não se ligarão uns aos outros, assim como o ferro não se mistura com o barro."

Durante anos, muitos homens tentaram unir esses reinos novamente para formar um quinto império universal, mas todos fracassaram. Os casamentos deram-se especialmente entre as casas reinantes. Quando irrompeu a 1ª Guerra Mundial, quase todos os monarcas da Europa eram parentes. A rainha Vitória da Inglaterra era chamada a "avó da Europa", pois quase todos os reis pertenciam à sua dinastia. O rei da Espanha, o czar da Rússia, o rei da Inglaterra, o imperador da Alemanha, etc., todos eram parentes. Nessa guerra brigaram entre si tios, sobrinhos e avós. O resultado foi que quase todos os reinos caíram e foram substituídos por repúblicas.

Alguns governantes tentaram em vão unir as nações da Europa: Carlos Magno, Luís XIV e Napoleão Bonaparte, da França; Carlos V, da Espanha; Guilherme II e Adolf Hitler, da Alemanha. Todas as tentativas foram frustradas.

Hitler foi o último que tentou dominar e unificar as nações da Europa (Terceiro Reich), o que desencadeou a 2ª Guerra Mundial (1939–1945). A História nos revela que todo o exército alemão foi derrotado pelo frio da Rússia. Por meio da natureza, Deus mostrou que nem Hitler, nem ninguém atrapalharia Seu plano.

Em 1992, veio a mais recente tentativa: a União Europeia. Mas já está falhando progressivamente em seus intentos de união ou seja Barro e Ferro não se misturam. A Grécia falida, alguns países como Espanha e Portugal com problemas financeiros, a França e Alemanha atingidas por terroristas e o Reino Unido já anunciou sua saída do bloco.
A profecia do livro de Daniel nos garante que não haverá o quinto império mundial. Os impérios abrangidos pela estátua histórica foram quatro:

- Babilônia (605–539 a.C.)

- Medo-Pérsia (539–331 a.C.)

- Grécia (331–168 a.C.)

- Roma (168 a.C.–476 d.C.).

O notável cumprimento dessa profecia constituiu uma prova evidente de que efetivamente "há um Deus nos Céus" que dirige todo o Universo, inclusive este planeta.

Daniel 2:44-45: "Mas, nos dias destes reis, o Deus do céu suscitará um reino que não será jamais destruído; este reino não passará a outro povo; esmiuçará e consumirá todos estes reinos, mas ele mesmo subsistirá para sempre, como viste que do monte foi cortada uma pedra, sem auxílio de mãos, e ela esmiuçou o ferro, o bronze, o barro, a prata e o ouro. O grande Deus fez saber ao rei o que há de ser futuramente. Certo é o sonho, e fiel, a sua interpretação."

Estes reis são as divisões que surgiram com a queda do Império Romano – as atuais nações da Europa Ocidental. Vivemos no tempo dessas nações, no tempo representado pelos dedos dos pés da estátua e, por isso, concluímos que o reino de Deus está próximo.

A figura mais importante no capítulo 2 de Daniel não é Nabucodonosor, nem Daniel, tampouco a estátua. É a pedra.

Quem é a pedra?


A Bíblia deixa claro que a pedra representa Jesus Cristo (Is 28:16; 1Co 10:4; Ef 2:20). O próprio Jesus confirmou isso em Lucas 10:17 e 18, usando o mesmo símbolo de Daniel. Ele disse a Seu próprio respeito: "A pedra que os construtores rejeitaram, esta veio a ser a principal pedra, angular." Aqui Jesus Se refere a Si mesmo como sendo a pedra angular de Isaías. E prossegue: "Todo o que cair sobre esta pedra, ficará em pedaços [ou seja, converter-se-á]; e aquele sobre quem ela cair, ficará reduzido a pó." A pedra que reduz a pó é a pedra sobrenatural de Daniel.

Não há mais como negar o poder de Deus a autenticar cada linha das Escrituras Sagradas. Nela se podem ver as próprias digitais do Senhor. O fato de que o sonho de Nabucodonosor se cumpriu ao pé da letra nos dá a garantia de que a parte que ainda falta [a pedra] também se cumprirá. A volta de Cristo a este mundo é o último evento dessa profecia a se cumprir.

A história do mundo se move para o glorioso alvo do quinto reino universal – o reino de Deus.

Por centenas de anos a prece "venha o Teu Reino" tem sido pronunciada por milhões de pessoas. Quando essa prece for respondida, a longa e escura noite de tragédias e tristezas terá fim para sempre. O eterno sonho de todo homem – paz e segurança – se tornará realidade, assim como o sonho de Jesus, que sempre foi o de morar conosco.

O maior motivo pelo qual Deus nos revelou o breve futuro é simplesmente porque Ele nos ama e quer que cada um de nós esteja preparado para viver em Seu reino eterno.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares

Marcadores

1 milhão na conta Ações Ações ON Ações PN Adsense África Agrotóxico Alergia Alienígenas Alimentação Alimentos Amoníaco Antigo Testamento Anvisa Aposentadoria Arrebatamento Auxílio a Lista Batata Benzeno Bíblia Bitcoins BMPO Brasil Canabidiol Capitalismo Carmim de cochonilla Carne Carros CDB CDI Cemig Certidões Certificado de Recebíveis Imobiliários (CRI) Construção Conta de Água Conta de Luz CPMF Crise Econômica Cristão Debênture Depressão Deputados Dinheiro Dinheiro recebidos do Exterior Dinossauro Dívidas Dízimo Documentos roubados Economia Egito ENEM Esgoto Evangelhos Gnósticos Febre Amarela FGTS FMI Formaleído. Ar Fosfoetanolamina Fundo de Índice (ETF) Fundo de Investimento Imobiliário Fundo Partidário Futebol Futurismo Game of Thrones Garantia Gorduras Horário de Verão ICMS Imóveis Impeachment Imposto Imposto de Renda 2015 Inflação Inovação Inseto Intercambialidade Intoxicação alimentar Investimento IRPF Jesus Judeus Judeus Sefarditas LCA LCI Lei Leite Livro de Reto Lua Marte Medicamento de Referência Medicamentos Controlados Medicamentos Similares Messias Multas de Trânsitos Nasa Natureza Nefilins Novo Testamento ONU Ouro PASEP PIB Pirâmides PIS PIS 2014 PIS 2015 Pokémon Go Política Poluição Poupança Produtos controlados Programa Farmácia Popular do Brasil Queijo Refrigerante Registro de Imóvel Religião RMNRA RMNRB2 Sábado Salário mínimo Saúde Sedentarismo Seguro-Desemprego 2015 Serviços Gratuitos SNGPC Sol Tecnologia Teorias Terra Terra Plana Tesouro Direto (Títulos Públicos Federais) TPM Trabalho Transtorno Bipolar Tricloroetileno Tubarão Branco Turismo Usiminas Veículos Viagem Visto Xileno