sábado, 22 de julho de 2017

Como diferenciar os tipos de Queijos - Quais benefícios os queijos trazem para a saúde?




O queijo é um alimento tradicional na mesa dos brasileiros, de sabor agradável é rico em cálcio, proteínas, vitaminas do complexo B, vitamina A e peptídeos bioativos.

A origem do queijo é um mistério, mas a versão mais aceita é que há 6 mil anos atrás acidentalmente um mercador árabe ao sair para cavalgar por uma região montanhosa, abaixo do sol escaldante, levou uma bolsa cheia de leite de cabra para matar a sede.
Após um dia inteiro de galopes, o árabe, morto de sede, pegou seu cantil e deparou-se com uma grande surpresa, o leite havia se separado em duas partes: um líquido fino e esbranquiçado, o soro, e uma porção sólida, o queijo.

A transformação deu-se devido ao calor do sol, ao galope do cavalo e ao material do cantil, uma bolsa feita de estômago de carneiro, que ainda continha o coalho, substância que coagula o leite.

O processo de fabricação do queijo até hoje segue o mesmo princípio, é feito através da coagulação do leite pela ação do composto enzimático extraído de um dos estômago dos bovinos.

Principais benefícios do Queijo:

- É rico em vitaminas do complexo B, que têm função neuromuscular;

- Possui vitamina A, que está relacionada à saúde reprodutiva, ao sistema imunológico, à diferenciação celular e apresenta função antioxidante;

- Rico em cálcio, nutriente que exerce papel fundamental na regulação de processos intracelulares, além de ser essencial para a saúde óssea e dental;

- As gorduras de origem láctea presente no queijo, não são prejudiciais à saúde cardiovascular e, inclusive, podem apresentar efeito protetor;

- Caseínas e proteínas do soro representam 20% do nutriente presente no laticínio e ajudam na síntese de proteínas sanguíneas e teciduais e tem ações anti-hipertensivas, imunomoduladoras, antimicrobianas, antioxidantes, opióides e nutricionais, auxiliando na absorção de minerais;

- Possuem baixo ou nenhum teor de lactose, especialmente os maturados, como parmesão, gorgonzola e prato. Tornando uma excelente opção de consumo de lácteos por aqueles que apresentam intolerância à lactose.

Veja as principais características nutricionais dos queijos mais consumidos:

Mussarela: tem importante quantidade de cálcio (25% da recomendação diária em 50 gr), proteína e vitamina B12

Queijo minas frescal: um dos queijos com menor teor de gordura, atrás apenas da ricota e do cottage. O minas frescal também apresenta baixa quantidade de sódio, além de ser importante fonte de proteínas e apresentar quase 30% das necessidades diárias de cálcio

Prato: uma porção de 50 gr de queijo prato garante quase metade da recomendação de ingestão de cálcio por dia, além de ser rico em proteínas

Parmesão: bastante apreciado em conjunto com massas italianas, o parmesão pode ser considerado o queijo com maior teor de proteínas e cálcio, entregando 60% da recomendação diária de ingestão do nutriente em 50 gr de produto. Na outra ponta, o parmesão é um dos queijos com maior concentração de sódio

Provolone: o queijo provolone é um dos mais calóricos, com cerca de 200 calorias em 50 gr. Com alta concentração de cálcio, também é fonte importante de vitamina A

Gorgonzola: durante o processo de maturação do queijo gorgonzola, o fungo Penicillium é adicionado à massa, o que lhe confere sabor forte e bastante característico, além da aparência esverdeada. É rico em cálcio e proteína

Cheddar: de tradição americana, o cheddar costuma acompanhar hambúrgueres e apresenta grande quantidade de gorduras saturadas, bem como alto teor de proteínas, cálcio e vitamina A

Queijo cremoso
(cream cheese): várias são as versões de queijo cremoso, sendo o culinário e o de mesa os mais consumidos. O requeijão é o mais conhecido, tendo baixas concentrações de nutrientes quando comparado a outros queijos, uma vez que há adição de outros ingredientes em sua fórmula. Ainda assim possui cálcio e proteínas

Cottage: por conter menor quantidade de leite em sua fabricação, o cottage é considerado o mais magro, com menor quantidade de gorduras e consequentemente de calorias. Também possui menos proteínas, cálcio e sódio

Ricota: dentre os queijos considerados magros, a ricota só perde para o cottage, com a vantagem de ter menos sódio. Também possui os nutrientes do cottage


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares

Marcadores

1 milhão na conta Ações Ações ON Ações PN Adsense África Agrotóxico Alergia Alienígenas Alimentação Alimentos Amoníaco Antigo Testamento Anvisa Apocalipse Aposentadoria Arrebatamento Auxílio a Lista Batata Benzeno Bíblia Bitcoins BMPO Brasil Canabidiol Capitalismo Carmim de cochonilla Carne Carros CDB CDI Cemig Certidões Certificado de Recebíveis Imobiliários (CRI) CLT Construção Conta de Água Conta de Luz CPMF Crise Econômica Cristão Debênture Depressão Deputados Dinheiro Dinheiro recebidos do Exterior Dinossauro Dívidas Dízimo Documentos roubados Economia Egito ENEM Esgoto Evangelhos Gnósticos Febre Amarela FGTS FMI Formaleído. Ar Fosfoetanolamina Fundo de Índice (ETF) Fundo de Investimento Imobiliário Fundo Partidário Futebol Futurismo Game of Thrones Garantia Gasolina Gorduras Horário de Verão ICMS Imóveis Impeachment Imposto Imposto de Renda 2015 Inflação Inovação Inseto Intercambialidade Intoxicação alimentar Investimento IRPF Jesus Judeus Judeus Sefarditas LCA LCI Lei Leite Livro de Reto Lua Marte Medicamento de Referência Medicamentos Controlados Medicamentos Similares Mel Messias Multas de Trânsitos Nasa Natureza Nefilins Novo Testamento ONU Ouro PASEP PIB Pirâmides PIS PIS 2014 PIS 2015 Pokémon Go Política Poluição Poupança Produtos controlados Programa Farmácia Popular do Brasil Queijo Refrigerante Registro de Imóvel Religião RMNRA RMNRB2 Sábado Salário mínimo Saúde Sedentarismo Seguro-Desemprego 2015 Serviços Gratuitos SNGPC Sol Tecnologia Teorias Terra Terra Plana Tesouro Direto (Títulos Públicos Federais) TPM Trabalho Transtorno Bipolar Tricloroetileno Tubarão Branco Turismo Usiminas Veículos Viagem Visto Xileno