sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Você sabia que o Corante utilizado em iogurtes, biscoitos e doces sabor morango é extraído de Inseto

 

As áreas brancas do tipo vegetal acima são colônias de Dactylopius coccus de onde é extraído um corante vermelho 
O corante natural carmim de cochonilla é fabricado a partir de um inseto, o Dactylopius coccus. Sendo bastante utilizado pela industria alimentícia para dar cor avermelhada aos alimentos, por ser extraído de um animal, o corante carmim de cochonilla é classificado como natural. 

O extrato do corante é obtido a partir do processamento do corpo seco de fêmeas desta espécie. 

O termo cochonilla é empregado para descrever tanto os insetos desidratados como o corante derivado deles. 

Cerca de 300 toneladas de cochonilla na forma dessecada é produzida anualmente. 

São necessários cerca de 70 mil insetos esmagados e fervidos para produzir apenas 450 gramas deste corante, usado em alimentos como biscoitos, sorvetes, iogurtes, e também em tintas, roupas e cosméticos. 

Bactérias do gênero Acinetobacter 

Estudo conduzido por pesquisadores do Centro de Ciências Genômicas da Universidad Nacional Autónoma de México relataram várias espécies de bactérias vivendo em simbiose (associação de dois organismos vivos onde ambos se beneficiam) com o inseto Dactylopius coccus de onde é extraído o corante natural carmim de cochonilla. Dentre os vários grupos, as bactérias do gênero Acinetobacter devem receber destaque por viver no interior deste inseto usado pela indústria alimentícia. 

"Acinetobacter é um gênero de bactéria Gram-negativa que pertence ao filo Proteobacteria. Não-móveis, as espécies de Acinetobacter são oxidase-negativas, e se apresentam em pares. Acinetobacter também são uma importante fonte de infecções hospitalares, quando atingem principalmente pacientes imunologicamente debilitados. 

Pesquisadores que estudam alergias no Hospital Virgen Del Camino em Pamplona, Espanha, concordam que o corante vermelho natural Carmim (E120), extraído de fêmeas secas do inseto Dactylopius coccus, pode causar reações de hipersensibilidade. Em seu estudo, o grupo relata o caso de um trabalhador de 35 anos que não atua na extração do referido corante, mas desenvolveu asma e alergia após ingerir um doce de cor vermelha contendo o corante natural carmim. 

No artigo, os autores afirmam que o corante natural carmim de cochonilla pode induzir alergia alimentar e asma. 

No Brasil, a cochonilha é também uma praga de jardim. A primeira evidência de que a planta está infestada é o aparecimento de bolinhas brancas que parecem ser de algodão nos caules, próximos às folhas. Elas sugam a planta, roubando sua seiva, alojando-se principalmente na parte inferior das folhas e dos brotos. 

Para defender-se da predação por outros insetos, produz ácido carmínico, que extraído de seu corpo e ovos é utilizado para fazer o corante alimentício que leva seu nome. O corante de cor vermelho-escura é utilizado em larga escala pela indústria cosmética (shampoo, batons, etc.) e alimentícia, emprestando sua cor a biscoitos sabor morango, gelados de frutas vermelhas, leites de soja sabor morango, geléias, sobremesas, sendo também utilizado em medicamentos e roupas. 

Pode causar reações alérgicas em algumas pessoas. Normalmente especificado como “Corante natural carmim de Cochonilha”, C.I. 75470 ou E120 as composições dos produtos. 
Apesar de difícil, é possível encontrar iogurtes sem corantes. Para escolher melhor, não deixe de ler os ingredientes no rótulo. Além disso, procure bater um iogurte natural (branco) com a fruta que deseja. Pode ser morango, mamão. Assim você evita tantos aditivos químicos na alimentação e come de forma mais saudável. 

Fonte: Blog Biologia Teísta 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares

Marcadores

1 milhão na conta Ações Ações ON Ações PN Adsense África Agrotóxico Alergia Alienígenas Alimentação Alimentos Amoníaco Antigo Testamento Anvisa Aposentadoria Arrebatamento Auxílio a Lista Batata Benzeno Bíblia Bitcoins BMPO Brasil Canabidiol Capitalismo Carmim de cochonilla Carne Carros CDB CDI Cemig Certidões Certificado de Recebíveis Imobiliários (CRI) CLT Construção Conta de Água Conta de Luz CPMF Crise Econômica Cristão Debênture Depressão Deputados Dinheiro Dinheiro recebidos do Exterior Dinossauro Dívidas Dízimo Documentos roubados Economia Egito ENEM Esgoto Evangelhos Gnósticos Febre Amarela FGTS FMI Formaleído. Ar Fosfoetanolamina Fundo de Índice (ETF) Fundo de Investimento Imobiliário Fundo Partidário Futebol Futurismo Game of Thrones Garantia Gorduras Horário de Verão ICMS Imóveis Impeachment Imposto Imposto de Renda 2015 Inflação Inovação Inseto Intercambialidade Intoxicação alimentar Investimento IRPF Jesus Judeus Judeus Sefarditas LCA LCI Lei Leite Livro de Reto Lua Marte Medicamento de Referência Medicamentos Controlados Medicamentos Similares Messias Multas de Trânsitos Nasa Natureza Nefilins Novo Testamento ONU Ouro PASEP PIB Pirâmides PIS PIS 2014 PIS 2015 Pokémon Go Política Poluição Poupança Produtos controlados Programa Farmácia Popular do Brasil Queijo Refrigerante Registro de Imóvel Religião RMNRA RMNRB2 Sábado Salário mínimo Saúde Sedentarismo Seguro-Desemprego 2015 Serviços Gratuitos SNGPC Sol Tecnologia Teorias Terra Terra Plana Tesouro Direto (Títulos Públicos Federais) TPM Trabalho Transtorno Bipolar Tricloroetileno Tubarão Branco Turismo Usiminas Veículos Viagem Visto Xileno